Histórias de Amor

A formiga vivia entediada, seu serviço de cortar folhas e andar sempre em fila era muito maçante. Mas um dia tudo foi diferente: a pata gigantesca de um elefante pisoteou as companheiras que marchavam mais adiante e ela escapou de ser esmagada por um triz. Fascinada pela experiência de se defrontar com animal de tamanho poder, a formiga não conseguia deixar de pensar no elefante. Nunca tinha visto aquele ser enorme tão de perto e precisava repetir a experiência, tentar se aproximar mais uma vez. Sempre que podia, disfarçava e fugia do serviço. Ficava horas no mesmo local esperando, numa louca expectativa. Dias depois avistou o animal, que se tornava maior e maior na medida em que se aproximava. A pobre formiga enlouqueceu. Delirava, num sonho quimérico de se tornar uma fortaleza ambulante. Paralisada, não conseguiu se desviar de suas patas e dessa vez morreu esmagada também. Lá se foi o elefante, sem nunca sequer imaginar que assassinava a criatura que mais o idolatrou na face da Terra.



Escrito por Marcelo Dalla às 16h08
[] [envie esta mensagem] []



ROBOT MANIA



Escrito por Marcelo Dalla às 00h38
[] [envie esta mensagem] []



A Guerra dos Materiais

O espelho da penteadeira

Se estilhaça em mil pedaços

Sobre o rosto de borracha.

Bibelôs, potes, frascos, espalhados…

Mutilados…

Mas o rosto de borracha é inquebrável.

A tempo: a cabeça inteira é de borracha.

Já o corpo de plástico,

Sente e ressente o peso de sua cabeça (borracha é pesada).

Se corrói de inveja,

Não se conforma em ser sintético

Mesmo que dure mais.

Estão lá sofrendo a dor da pancada

Do espelho agora estilhaçado.

O vidro do espelho

Rasgou a roupa de nylon

Do corpo de plástico.

O vidro também sente inveja,

Só que da roupa de nylon,

Por sua maleabilidade e malemolência.

 

Esses materiais…

Nunca estão satisfeitos e só causam prejuízo.

Olha só a vitrine!



Escrito por Marcelo Dalla às 00h23
[] [envie esta mensagem] []





Escrito por Marcelo Dalla às 00h17
[] [envie esta mensagem] []



Walkyria Maria: mistura de dor e alegria

 

Os opostos convivem em Walkyria Maria. Aliás, apenas Walkyria, como ela prefere ser chamada.

- Maria é um nome bonito, mas muito comum… diz ela.

Bela em sua esquisitice, lúcida em sua loucura, inteligente em sua ingenuidade. Surge na festa e vai embora sem ser percebida, acham até que ela se desintegra no ar.

Quando anda, parece que flutua. Fico lá de cima da cabine observando Walkyria movimentando os braços como se estivesse em câmera lenta.

Acabo ouvindo uma conversa aqui outra ali sobre ela. Dizem que seus pais são milionários e estão sempre viajando, que ela foi criada pelas muitas babás que teve e que assustava com suas maluquices. Nenhuma parava no emprego.

Seu estilo preferido é o gótico, influência da irmã mais velha que é seu ideal de liberdade. Walkyria estuda pra ser estilista, é ela mesma quem confecciona suas roupas estranhas. Mais estranho ainda é seu bicho de estimação: um sapo! Um sapo chamado Flofy, que ela carrega pra cima e pra baixo numa gaiolinha de acrílico, toda furada pra ele poder respirar. Ela cuida desse bicho como se ele fosse o próprio príncipe encantado que um dia vai se transformar e a levar embora pra viver num castelo.

Não sei se anda sempre sozinha por vontade própria, ou se são as pessoas que têm medo de se aproximar dela. Já vi rapazes tentando um contato na pista de dança, mas quando dizem algo um pouco mais ousado em seu ouvido levam um tapa na cara. Xi, ela já bateu em vários, fui testemunha.

Nesta festa em especial ela estava mais linda do que nunca, com um vestido preto de mangas listradas e uma aranha enorme bordada no peito. Por incrível que pareça, um outro garoto de cabelo moicano e a cara toda perfurada de piercing foi falar com ela e não levou o famoso tabefe. Ficaram um tempo conversando lá num cantinho escuro. Pensei:

- Hoje deve ser um dia mágico mesmo, finalmente Walkyria desencalhou!

Mas depois de um tempo vi os dois na chapelaria. Walkyria foi buscar o Flofy pra ir embora com o garoto. Quando o rapaz viu o sapo saiu correndo e deixou a pobre falando sozinha…

Walkyria se esgueirou cabisbaixa pela porta de saída. Não, ela não se desintegra. Anda de táxi, sente tristeza e alegria como todo nós, pobres mortais.



Escrito por Marcelo Dalla às 23h52
[] [envie esta mensagem] []



Meu dia de rei!!!!

 

Caracterização: Westerley Dornellas (para o site www.camarimbrasil.com)



Escrito por Marcelo Dalla às 23h47
[] [envie esta mensagem] []



letra de musica nova

Impasse

 

O tempo assim... a todo gás.

Mas meu caminho às vezes é voltar pra trás.

 

Tento ser feliz como deveria,

Mesmo que isso custe o fim dos meus dias.

 

É você que sabe tudo, ou sou eu que me esqueço?

A loucura me persegue e eu largo tudo no começo.

 

Não o que está por perto é só distância.

Seu caminho deve ser mais puro que o meu.

 

Você seria minha salvação.

Mas seu destino, é claro, não sou eu.



Escrito por Marcelo Dalla às 23h40
[] [envie esta mensagem] []



Finalmente! Estréia do meu monólogo em Itajubá - MG



Escrito por Marcelo Dalla às 23h36
[] [envie esta mensagem] []





Escrito por Marcelo Dalla às 23h31
[] [envie esta mensagem] []



MERCURIO RETRÓGRADO

 

Mercúrio, o planeta que rege nossa capacidade de pensar, trocar e nos comunicar, nossas sinapses e cognições, os meios de transporte e de comunicação, o comércio e as trocas em geral, além de estudos, cursos, textos, documentos, papéis, publicações e outros,  estará retrógrado de hoje, 26 de maio até 19 de junho próximo.

Estar retrógrado significa "andar para trás", o que na prática não acontece, mas é a impressão que temos sobre ele, quando o observamos do nosso ângulo de visão aqui da Terra. Como efeito, significa que os temas acima citados ficam, por aquele período, sem a regência deste "deus" que "resolveu tirar férias", o que pode nos acarretar alguns problemas como:

  • dificuldades de entendimento, comunicação e expressão verbal em geral, como mal-entendidos, desentendimentos, fofocas, disque-disque, faxes que não chegam, e-mails que se perdem, cartas extraviadas, informações truncadas, documentos que somem ou que precisam ser refeitos, assinaturas inválidas, papéis trocados, esquecidos, extraviados...;
  • problemas com os meios de comunicação e transporte tais como atrasos, grandes engarrafamentos, pane no automóvel além de problemas de impressão, quebra de aparelhos, desligamentos de linha, erros de edição, de revisão...;
  • queda das vendas no comércio em geral, principalmente nas áreas de prestação de serviços, livrarias, papelarias e eletrônicos em geral;
  • quebra de aparelhos de comunicação, computadores, problemas nos sistemas e nos processamentos, meios de transporte em geral.

Mercúrio estará retrogradando no segundo e primeiro decanatos do signo de Gêmeos e atinge principalmente os nativos deste signo e também os de Sagitário, Peixes e Virgem, além dos que têm a Lua ou o Ascendente nos mesmos decanatos destes signos.

Por isso, muna-se de paciência e compreensão, releve provocações, adie reuniões, confrontos, audiências e tentativas de acordo, assinaturas de contratos, emissão de papéis e documentos importantes; vale também checar o funcionamento de todos os aparelhos de comunicação, fazer uma revisão no carro, ficar atento ao que se diz e ao que se ouve. E procurar falar apenas o necessário, porque certamente você será mal-interpretado.



Escrito por Marcelo Dalla às 23h29
[] [envie esta mensagem] []



Documentário da BBC sobre Universos Paralelos



Escrito por Marcelo Dalla às 01h40
[] [envie esta mensagem] []





Escrito por Marcelo Dalla às 03h23
[] [envie esta mensagem] []



Pra você ver o que é bom

Conecte a chave magnética cor-de-rosa

E toda sorte de absurdos se tornarão possíveis.

Circuitos fechados

Se abrirão instantaneamente.

Realidades paralelas

Se unirão em perpendiculares.

 

O dispositivo sequencial infra-vermelho

Fornece cápsulas de alegria automática.

Convivências simultâneas,

Bilhões de sinapses explosivas.

Espere na fila do eletro-choque

Pra você ver o que é bom!

 

Alcance o cilindro azul no laboratório.

Que tal uma injeção de rejuvenescimento?

Overdose de informação nas células,

Reações nucleares no coração?

Aguarde no cinturão de fótons

Pra você ver o que é bom.

 

Aperte o botão dourado no painel de controle:

Big-bang no final da esquina,

Buraco negro atrás da porta,

Essa galáxia já não é mais a mesma…

Acione o teletransportador

Pra você ver o que é bom. 



Escrito por Marcelo Dalla às 03h21
[] [envie esta mensagem] []





Escrito por Marcelo Dalla às 03h20
[] [envie esta mensagem] []



Minha prima cantora, Ana Luiza, e seu marido Luis Felipe Gama (lindo!)



Escrito por Marcelo Dalla às 17h58
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Histórico
Categorias
Todas as mensagens
esquisitices


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Potrinhos Cantores (coisa mais fofa)
Somos Todos Um
visite Tongsville
Faça sua própria animação e mande pros amigos!
Capitão São Paulo
Camarim Brasil
Zupi - ilustrações
Constelar (astrologia)
Via Luz
Minha turma: Central do Equilíbrio
Fraternidade dos 12 Raios
Aldeia Círculo das Tradições
Portal Saint Germain
Minha coluna de horóscopo
meu orkut
Zero 7 - a banda
Google groups - Fraternidade dos 12 Raios e os Seres de Luz